Eshmir — Fórum RPG
Chatbox

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Taverna Dragão Bêbado

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 3]

1 Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 9:07 pm

Alterax

avatar
Admin
Aos pés de uma montanha consideravelmente distante dos demais lugares aos arredores de Hammerfell, mas mais próximo ào Calabouço, situa-se uma grandiosa e bem-arquitetada de maneira rudimentar taverna. Embora aparente ser pouco resistente e seja em grande parte feita de madeira, ela está ali há mais tempo do que você imagina. Seu dono é um anão ex-caçador de recompensas o qual já muito viajou e se aventurou em tempos passados. Este se chama Delh. Um humano e um anão são seus assistentes, os quais vivem ocupados, atendendo pedidos sem parar.


Embora seja realmente afastada da civilização, a Taverna é bem-frequentada e costuma não ter menos do que dez pessoas. A taverna tem mais que vinte quartos disponíveis e conta com três andares, além de negociarem diferenciados itens e também animais. (Cavalos, lobos e etc).

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

2 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 9:15 pm

Alterax

avatar
Admin
O anão para em frente ao estabelecimento e então se vira para o grupo de aventureiro e, sorrindo, declara:
— Eu sabia...! Minha intuição estava correta! — Ele fez uma pausa, aproximando-se de Aisha — É aqui que minha vingança começa!

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

3 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 9:23 pm

- Aquele que te traiu? Se for isso, você podia explicar a história um pouco melhor antes de tudo? Não me importo de me meter em brigas, desde que saiba o que está rolando... e tenha alguma recompensa.

" Esse local me parece bem antigo. Pelo menos lá deve estar bem melhor que aqui fora. "

Ver perfil do usuário

4 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 10:15 pm

- Vingança? Também gostaria de saber mais sobre isto. Falava observando atentamente a taverna.

Ver perfil do usuário

5 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 10:49 pm

Alterax

avatar
Admin
Ele suspira ao notar que todos demonstravam curiosidade. Coça a bochecha esquerda e então põe-se a falar.

— Apenas fui levado ao calabouço devido a atos de traição vindos de meus, até então, colegas de trabalho — Ele aponta para uma direção no extremo norte, de certa maneira próxima de onde vieram, o calabouço — Lá... Lá havia uma grandiosa mina e eu e meus outros três parceiros éramos os únicos responsáveis por ela. — Abaixou a mão e soltou um triste e breve suspiro. Sua expressão facial demonstrava frustração e tristeza por igual — Depois de dias de trabalho isolados dos outros, nós encontramos um enorme pedaço de um minério realmente precioso. — Ele gesticulava, tentando explicar como a caverna era e também a reação que tiveram ao encontrá-lo, a qual era de surpresa e euforia.

— Eu decidi que deveríamos contar tudo ao reino, uma vez que tamanha preciosidade, sem proteção, poderia cair em mãos erradas e também era de extrema raridade. Eles discordaram..! Queriam que tudo ficasse para eles..! — Cerrou os punhos e grunhiu os dentes — Eu não poderia permitir, então disse que assim mesmo iria informar Hammerfall a respeito daquilo e... bem, juntaram-se contra mim e me jogaram aos pés da montanha.




Azenum parecia não se importar com nada do que o anão dissera. Surpreendentemente, estava a alguns metros do grupo e havia desenhado uma espécie de pentagrama no chão, sobre e com a própria neve. O mesmo emanava uma energia fluorescente fraca.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

6 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 10:55 pm

Escutava atentamente a história do anão, observando alguns momentos a taverna e em outros o garoto fazendo algo na neve.

- Bem, é como dizem, vagina e dinheiro são as leis que regem o universo. A ganância não pode ser subestimada, baixinho, você devia apenas ter ido.

" Bons samaritanos sempre acabam se fodendo, isso não é um livrinho onde o bondoso herói sobrevive. Mas... essa pedra, eu já li algo a respeito de um material extremamente raro em posse dos anões, em suas montanhas ou algo relacionado a isso. Seria possível? "

Concentrada em meus pensamentos, decidi saciar minhas duvidas logo.

- Essa pedra era de quê? Ouro? Ou algo mais importante?

Ver perfil do usuário

7 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 11:01 pm

Calado ouvia a história do anão, não seria eu quem julgaria se as ações tomadas por ele haviam sido certas ou erradas, mas a menção da pedra preciosa era realmente chamativa, um pouco de dinheiro não faria mal nenhum no momento. A garota com as asas colocava em palavras tudo que muitos pensavam, assim como fazia as perguntas que deviam ser feitas, ao menos quase todas elas.

- E o que seria isto? Me aproximava de Azenum perguntando sobre o desenho no chão.

Ver perfil do usuário

8 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 11:12 pm

Alterax

avatar
Admin
— Estou tentando invocar uma montaria para que eu possa cumprir missões, ué — Explicou, coçando o queixo logo em seguida e colocando as mãos cruzadas sobre os ombros, tremendo de frio — Faz assim, ó! Entra lá e vê quais missões é que tem pra nós, conhece o lugar e tal, enquanto isso, faço o meu trabalho de Azathista invocador aqui, okay? — Indagou-o retoricamente — Dúvidas? Depois eu explico. Agora vai, vai. Xô. — Gesticulava movimentos com o dedo de maneira a simbolizar para que o rapaz se afastasse dali.




— Era de algo chamado "Éter". Encontramos várias relíquias e pergaminhos por lá, então pudemos estudar um pouco a respeito daquilo — explicava o anão, enquanto caminhava na direção da taverna — Mas apenas um pouco, já que estava em outra língua e o que pudemos entender foi através do senso lógico. — Disse, escorado ao lado das portas.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

9 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 11:33 pm

Uma invocação através de um pentagrama? Estava curioso para saber onde aquilo iria terminar, mas ao que tudo indicava não teria muitas chances de receber minhas respostas. Azenum parecia ocupado e pouco disposto a responder minhas perguntas, sua atitude infantil era completamente ignorada, não seria digno me preocupar com tal reação. Tinha apenas um curso de ação para tomar, um que seria o mais seguro e que me levaria mais rapidamente para o ponto de encontro.

- Se eles conhecem seu rosto, vê-lo agora apenas irá alerta-los sobre sua volta. Deixe que entremos primeiro para vasculhar o terreno. Falava para o anão enquanto caminhava para entrar na taverna.

Ver perfil do usuário

10 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qui Dez 04, 2014 11:55 pm

- Entretanto, pelo que eu entendi ele deseja vingança. Seria mais simples arregaçar tudo, explodir o local por fora com o nosso mago, assassinar os que saírem e os que resistirem a isso, você e o anão finalizariam. Se tivermos sorte, ainda restara muita comida e dinheiro após isso, se tivermos azar, restara muita comida e dinheiro, e se tivermos muito azar, morremos.

" Eu preciso matar esses dois que sabem a localização, encontrar isso e pegar para mim... é realmente a pedra do artefato de Éter! Com isso... meu deus... eu poderia fazer o que quiser! Mas primeiro preciso cuidar de quem sabe e achar o local. "

- O que acham? Chegamos destruindo ou apenas conseguimos informações, suprimentos e assassinamos ele?

" Ambos são bons, mas eu queria saquear esse lugar... "

Ver perfil do usuário

11 Re: Taverna Dragão Bêbado em Sab Dez 06, 2014 3:14 pm

Alterax

avatar
Admin
O anão aproximou-se da mulher e do rapaz e, apressado, disse — Calma lá, calma lá! Eles já vieram aqui anteriormente, mas não têm nenhuma relação com as pessoas que aqui trabalham e frequentam, só comigo!! — Explicou, suspirando profundamente logo em seguida. Havia desesperado-se pois notou que Aisha entendera de maneira equivocada aquilo que falara a eles.

As portas do local abrem-se violentamente e, logo em seguida, um grande Myrddraal retira-se do local. Sem dar atenção a Ulf, Aisha ou ao anão, este toma seu rumo e logo desaparece em meio à neve.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

12 Re: Taverna Dragão Bêbado em Sab Dez 06, 2014 3:38 pm

- Táá... só era uma ideia...

" Esse anão vai ser um problema... " Notei então que uma pessoa saiu da taverna e o observei, gravando seu rosto. " Esse cara... é impossível ele ter ouvido algo, não preciso me preocupar. " Rapidamente olhei para trás, checando se havia alguém próximo, e então me virei para o anão.

- E então, vamos fazer o que? Entrar lá e tentar pegar informações deles?

Ver perfil do usuário

13 Re: Taverna Dragão Bêbado em Sab Dez 06, 2014 9:22 pm

- Temos outra escolha? Dizia as palavras dando as costas ao grupo e entrando na taverna, o frio já gelava os ossos.

Ver perfil do usuário

14 Re: Taverna Dragão Bêbado em Sab Dez 06, 2014 10:14 pm

Alterax

avatar
Admin
— Não. — Respondeu o anão, de um jeito sério. — Nós vamos entrar lá e comer até encher a pança, porque eu sinceramente TÔ MORRENDO DE FOME! — Exclamou, em tom de voz alta. Seu semblante anteriormente sério converteu-se em uma expressão que esbanjava felicidade e adentrou a taverna. Foi logo ao Balcão e pediu carne assada e uma boa e forte bebida.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

15 Re: Taverna Dragão Bêbado em Sab Dez 06, 2014 11:18 pm

De certa forma sentia que deveria me fazer um pouco mais direto, de alguma forma meu comentário dava ao anão uma sensação de que realmente estava disposto a golpear o primeiro que visse na taverna, quando na verdade apenas concordava em seguir bar adentro. As portas revelavam um estranho saindo do bar, provavelmente havia ouvido a conversa, mas não faria muito em pensar nisso no momento. Caminhava para dentro do bar procurando a companhia do anão e fazendo o pedido de um ensopado com uma sidra sem álcool, ficar bêbado era o que menos desejava no momento.

Ver perfil do usuário

16 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 07, 2014 10:27 pm

Seguindo minha jornada, adentrei a taverna que finalmente encontrei depois de andar junto a uma caravana por alguns bons dias. Um lugar quente e com certeza mais aconchegante do que do lado de fora, procurei pelo garçom e pedi:

- O senhor poderia me dar uma xícara de chocolate quente?

Tinha um sorriso em meu rosto, fingido obviamente, mas duvidava que alguém fosse conseguir notar aquilo. Depois de ter conseguido meu chocolate quente, me assentava em uma mesa na qual eu ficava sozinha, com isso eu começava a saborear o doce sabor da bebida enquanto observava o movimento existente no local e tentava ouvir algumas das conversas que me parecessem interessantes.

Off:
Espero que os posts desse fórum sejam desse jeito msm. Avise se eu tiver feito algo errado.

Ver perfil do usuário

17 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 15, 2014 11:01 pm

Um dos atendentes livres ouviu o pedido de Ulf e foi logo busca-lo. Enquanto isso, outro atendente respondeu Liz.

— É claro, senhorita — falou, fazendo uma reverencia e se virando para buscar o pedido.

Alguns minutos depois, os dois atendentes, um atrás do outro, entregaram seus pedidos. O atendente de Ulf o avisou:

— 7 de ouros, senhor — enquanto o que alcançava a xícara para Liz, falou — 4 de ouros, senhorita.

Ver perfil do usuário

18 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 15, 2014 11:30 pm

*4 Ouros?*

Pensava eu enquanto dava um alegre sorriso para o homem. Havia me esquecido completamente do pagamento, estava ansiosa demais por algo doce para me preocupar com isto. Felizmente nunca tive problemas com essas coisas, minha mestra me ensinara que nestes casos o melhor truque a se usar era “sorrir e acenar”. Claro que com sorrir e acenar eu queria dizer enganar o garçom com minha beleza e ar angelical e fazê-lo esquecer-se de que lhe devo dinheiro... Ou Talvez até fazê-lo perdoar minha dívida.

– Obrigada moço!

Dizia com um sorriso inocente em meu rosto pouco antes de soprar o meu chocolate quente. Em seguida o devolveria a mesa e olharia bem nos olhos do homem com o sorriso mais “fofinho” que conseguisse ao mesmo tempo em que me debruçaria na mesa em sua direção, usando os braços com a parte acima dos cotovelos para apertar meus seios um contra o outro. Diria então ao homem tentando não jogar muito, visto que eu poderia simplesmente sair correndo dali.

– Eu quero muito pagá-lo o que eu devo... Tem alguma outra forma com que eu possa fazer isso?

Daria ênfase no “outra forma” enquanto encostava minha mão em seu peitoral descendo-a aos poucos suavemente até que esta chegasse na região do umbigo do garçom.

off:
Então cara, ainda tenho que aprender a narrar essa char direito. Quero ver o que sai dessa minha narração falha de tentar enganar o garçom.

Ver perfil do usuário

19 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 15, 2014 11:54 pm

Aproximava a mão da algibeira buscando o dinheiro pela refeição e o entregando prontamente ao garçom. Precisava economizar o máximo possível caso quisesse manter a viagem, custos de viagem sempre foram um problema, e tudo era ainda pior se considerasse o fato de que não tinha a menor ideia de como iria até Elvarin. De toda forma, estava prestes a tomar uma decisão que sabia ser arriscada, poderia facilmente manchar a honra dos cavaleiros juramentados a casa dos Alfz, mas se tudo corresse bem, além de conseguir os recursos que precisaria para prosseguir viagem, talvez encontrasse algum artefato ou joia, digno de presentear a senhoria Saya. Só precisaria de um pouco de sorte, e de alguma mão de obra, que parecia chegar a mim mesmo que não pedisse. Afinal ainda com a mascará podia um ser inconfundível entrando naquela taverna, seu cabelo preto, seus olhos anormais, uma rápida olhada me fazia reconhecer Liz. Não sabia como ela havia chego, nem o por que de estar aqui, mas de certa forma ver um rosto familiar era reconfortante.

- Aceitarei o trabalho de antes, caso tenha alguma participação na divisão de bens. Creio que precisa de escolta para voltar aquela caverna, e pelo que diz, o que que que haja nela vale o esforço e o tempo.Sem conhecer os reais motivos por sua aparição, abordar Liz seria arriscado, então apenas me dirigia ao anão que me acompanhava, falando calmamente que aceitaria o trabalho mercenário.

Ver perfil do usuário

20 Re: Taverna Dragão Bêbado em Ter Dez 16, 2014 12:40 am

— Tem, minha senhorita — disse o atendente com um sorriso malicioso e sádico. Em instantes, esse sorriso desapareceu, e ele falou — Com ouro — ele estava sério, demonstrando que não gostava de brincadeiras.

Quem atendeu Ulf deu um sorriso e pegou o dinheiro de sua mão, fez uma reverência e se virou, para atender outros.

Ver perfil do usuário

21 Re: Taverna Dragão Bêbado em Ter Dez 16, 2014 10:32 pm

De longe podia observar a cena que Liz causava. Céus como podia ela estar preparada para armar uma cena por algo tão baixo como uma refeição, onde estava seu orgulho como amazona? Me levantava me aproximando dos dois e removendo a mascará de ferro do rosto.

- Eu pagarei pela parte dela. Falava entregando as moedas devidas ao homem. - Faz algum tempo, Liz.

Ver perfil do usuário

22 Re: Taverna Dragão Bêbado em Ter Dez 16, 2014 11:03 pm

É, eu deveria praticar mais. Nunca havia tentado enganar alguém que não fosse um criminoso tarado que por algum motivo minha mestra queria ver morto. Talvez isso fosse mais difícil de se conseguir com pessoas normais. Enquanto tentava me decidir entre começar uma confusão no bar ou sair correndo dali, ouvia uma voz já conhecida aproximar-se de mim e dizer que pagaria por minha bebida.

– Ulf? É você também está vivo?

Meus olhos brilhavam ao ver meu velho companheiro de treinamento ainda com vida. O que posso dizer? Ele não era uma das pessoas que eu ainda esperava encontrar neste mundo. Sorrindo para o meu companheiro, eu lhe respondia rapidamente com um sorriso em meu rosto.

– Claro... Obrigada! Faz realmente um tempo não é? Achei que não te veria vivo de novo.

Sorria enquanto passava a mão direita em minha nuca como se a alisasse. Meu primeiro desejo naquele momento tornou-se descobrir o que meu velho amigo fazia naquele lugar isolado.

Ver perfil do usuário

23 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qua Dez 17, 2014 2:06 am

O homem que atendia Liz pegou as moedas com desgosto e passou a atender outras pessoas da taverna.

Ver perfil do usuário

24 Re: Taverna Dragão Bêbado em Sex Dez 19, 2014 10:36 am

- Aceitarei a surpresa como um elogio. Falava estreitando a vista. - Venha precisamos conversas sobre algumas coisas. Falaria as palavras enquanto voltava ao meu lugar para que terminasse a refeição.

Ver perfil do usuário

25 Re: Taverna Dragão Bêbado em Sex Dez 19, 2014 11:50 pm

- Ahh sim, me desculpe. É só que eu não esperava te ver por aqui. - Tentava consertar da melhor forma que podia a reação rude que tive ao vê-lo. Ouvia ele me mandar seguí-lo e assim eu faria, não antes de pegar meu chocolate quente e tomar outro gole, levando-o junto comigo ao lugar para o qual meu antigo companheiro queria ir. Chegando lá perguntaria:

- Então, sobre o que quer falar?

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 3]

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum