Eshmir — Fórum RPG
Chatbox

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Taverna Dragão Bêbado

Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 3]

26 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 3:35 pm

- Começamos pela razão de estar aqui. Liz sabe que não tem a idade necessária para passar pela provação, você fugiu de novo? Diria as palavras com seriedade fria.

Ver perfil do usuário

27 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 5:41 pm

- Idade suficiente? Está me subestimando é? Meu treinamento com Éris foi bem intenso, eu recebi a permissão para sair em uma missão pelo mundo que seria como meu "teste final". Tenho vagado por aí desde então. - Dizia aquilo confiante para Ulf, como se quisesse esfregar na cara dele o fato de que eu estava me "formando" em menos tempo que ele. Mas falar sobre esse assunto me lembrava do que eu realmente estava buscando, uma espada mágica que era o objetivo de toda essa missão que me foi dada. Será que Ulf não saberia me dizer nada sobre ela? Não custava perguntar:

- Por falar nisso, ouviu falar sobre alguma espada mágica com escritas em élfico espalhadas pela lâmina?

Ver perfil do usuário

28 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 7:27 pm

Suspirava ao ouvir a resposta de Liz, ela realmente não estava pronta para aquilo, e o pior de tudo pensava que tudo daria certo. Maldita seja Éris, o que estava pensando em simplesmente soltar uma garota como ela? Ainda tinha muito que ela podia, que ela deveria aprender, não podia simplesmente deixa-la, a solta. Apesar de que simplesmente falar o que pensava apenas inflamaria o orgulho da garota.

- É uma descrição um tanto ampla. Voltaria a me referir ao anão que acompanhava. - Chegou a saber de algo parecido na escavação?

Ver perfil do usuário

29 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 7:34 pm

Alterax

avatar
Admin
O anão o qual acompanhara o rapaz acaba por não dar atenção à ele, uma vez que estava totalmente embriagado e distraído com a música constante da taverna. No entanto, isso chama a atenção de um grande homem encapuzado.

Distante dos demais que festejavam e de outros os quais estavam ali em busca de missões e recompensas, o homem de semblante sombrio e de raça duvidosa - uma vez que tinha seu corpo totalmente coberto por um grande sobretudo, além de sua máscara no rosto - observara Liz e Ulf desde que ambos começaram a conversar.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

30 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 7:41 pm

Suspirava ao ver o tão confiável anão naquele estado, céus como podia ter de depender de alguém com aquele ser? A poucos instantes ele estava lutando por sua vida, mas agora não podia evitar se embriagar em uma tristonha vida. Ainda assim era outro que mais me chamava a atenção, sentia um arrepio percorrer a espinha em um aviso silencioso que fazia com que focasse a vista em um homem, um homem misterioso que nos encarava serenamente, aquilo não poderia significar algo bom, teria ele ouvido nossa conversa.

- Veremos então se o que disse é verdade Liz, partiremos assim que comermos e eu conseguir colocar algum juízo na cabeça desse homem. Blefava no mesmo tom de antes, voltando a tomar a colher e partindo para a sopa.

Ver perfil do usuário

31 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 9:00 pm

Terminava de tomar o meu chocolate quente no momento em que Ulf dizia não saber nada sobre a espada que eu buscava. Ouvia ele dizer que era uma descrição muito ampla e como resposta eu lhe dizia o que vinha pensando sobre isso por todo esse tempo:

- É, eu sei que é uma descrição muito ampla. A senhorita Éris não me disse mais nada sobre ela. Disse que fazia parte do meu ultimo desafio e disse também que eu saberia qual era a espada quando pudesse vê-la. Algo sobre ter seu nome entalhado no cabo...

Ulf não parecia feliz com seu amigo anão que agora festejava embriagado. Vendo aquilo, eu apenas resolvia sentar-me ao lado de meu velho companheiro e tentava dizer a ele, em um tom bem audível, enquanto olhava para o homem que havia visto nos espionando e esperava sua reação:

- Então Ulf, quanto tempo acha que aquele homem ali vai ficar nos espionando sem fazer nada?

Ver perfil do usuário

32 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 9:06 pm

A pergunta de Liz me pegava com a guarda baixa, sabia que ela poderia ter reconhecido o sujeito, mas não esperava que ela fosse ser tão direta. - Espero que o bastante para saber quem é ele, apenas finja não estar ciente daquele olhar. Manteria o mesmo tom baixo para com a garota. - Uma espada que possui seu nome escrito nela? Podemos procura-la quando voltarmos a mina, talvez esteja lá. Repetia o tom um tanto mais alto, torcendo para que o homem ouvisse.

Ver perfil do usuário

33 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 9:17 pm

Alterax

avatar
Admin
O homem encapuzado retirou-se do local.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

34 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 9:23 pm

- Liz estamos de saída. Diria alcançando a mascará com uma das mãos, e com outra ia em direção ao anão alcançando seu ombro. - Hora de irmos, já sabem que você voltou.

Ver perfil do usuário

35 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 10:00 pm

[b]- Ahn... Claro, vamos. - Falava sem entender para onde Ulf queria que fôssemos no momento - [b]Mas o que estamos indo fazer mesmo? E quem é seu amigo aí? Sabe, fui ensinada a não falar com estranhos. - Dizia aquilo num tom sarcástico enquanto continuava a seguir Ulf.

Ver perfil do usuário

36 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 10:02 pm

A pergunta me fazia erguer uma sobrancelha, não era hora de ficarmos conversando, havia esperado que Liz entendesse aquilo. - Pude perceber pela forma como lidou com o garçom, por hora andamos, depois lhe conto.

Ver perfil do usuário

37 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 10:07 pm

- Uhhh, alguém aqui não entende sarcasmo! - Brincava ao dizer aquilo para Ulf tentando provocá-lo - Tudo bem, vou seguir você e o seu amigo com pequenos problemas com a bebida. Só espero não ser sequestrada.

Dizia tudo aquilo com um tom de sarcasmo em minha voz, e dava enfase na palavra pequenos como modo de brincar um pouco mais com meus acompanhantes. Não era muito de fazer isso, mas gostava de estar na companhia de alguém conhecido para variar. Queria ver se Ulf havia mudado em alguma coisa.

Ver perfil do usuário

38 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 11:43 pm

Alterax

avatar
Admin
O Anão, agora um pouco mais sóbrio, percebe que o de sempre acontecera: bastava ver ou sentir o cheiro de álcool e isto já era suficiente para enlouquecê-lo, fazendo com que se embebedasse às pressas, como de costume. Embora ainda extremamente atordoado, levanta-se do banquinho no qual acomodara-se e vai na direção de Ulf, com uma expressão confusa.
— O que houve, afinal de c-- — soluçou desejaitadamente — O que houve, afinal de contas? — Questionou o rapaz, buscando apoiar-se em seu corpo.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

39 Re: Taverna Dragão Bêbado em Dom Dez 21, 2014 11:48 pm

Fungava pela reação daqueles dois, como poderiam estar tão tranquilos perante tudo aquilo? Era o único que percebia o que poderia estar acontecendo no lugar? Se aquele homem estivesse envolvido com os outros anões, seria questão de tempo até que alguém viesse arrastar nosso pequeno anfitrião de volta para o calabouço, gostaria de lidar com isso tão logo quanto possível.

- Alguém andou ouvindo nossa conversa, e esse mesmo alguém decidiu sair daqui quando mencionei a caverna. Então a menos que queria que esse certo alguém volte aqui com mais um bando de capangas pra te arrastar de novo pra masmorra, sugiro que desperte logo e que nos mostre o caminho para a mina, precisaremos chegar logo lá antes que o alguém avise os outros anões sobre sua volta. Falaria as palavras claramente apressado e irritado, colocando o ferro da mascará contra o rosto.

Ver perfil do usuário

40 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 22, 2014 12:27 am

- Olá... lembram-se de mim? Será que agora já podem me dizer em que estou me metendo? - Dizia aquilo um tanto quanto descontente com meus companheiros de viagem enquanto continuava a seguí-los - Masmorras? Será que o senhor anão-sem-nome é um procurado perigoso, é? - Perguntava sarcásticamente e entusiasmada.

Ver perfil do usuário

41 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 22, 2014 11:20 am

- Procurado sim, perigoso duvido, Liz nós estamos indo a uma expedição, estamos atrás de algo que pareça ser valioso o bastante para atirar alguém em uma masmorra, e ainda temos alguma concorrência. Explicaria rapidamente a garota enquanto ainda arrastava o anão para fora daquela taverna.

Ver perfil do usuário

42 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 22, 2014 12:32 pm

- Ahhh, agora sim. Me parece promissor. - Sorria para Ulf enquanto continuava a seguí-los - Agora só falta o senhor anão me dizer como se chama. Se tudo der errado, quero ter alguém para culpar...

Ver perfil do usuário

43 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 22, 2014 2:51 pm

Alterax

avatar
Admin
— Ei, Ulf. — O anão aproximou-se do rapaz, cochichando — Essa daí vai ser a nossa puta durante a viagem? — Questionou-o, ainda depravado por conta do excesso de álcool consumido.

Virou seu rosto para ela assim que perguntou qual era seu nome, respondendo-a logo em seguida
— Meu nome é Björn, "jovenzinha" — Sorriu maliciosamente enquanto rolava os olhos por todo o corpo da mulher.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

44 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 22, 2014 3:02 pm

Notava o estranho olhar do homem para mim. Provavelmente roubá-lo depois que tudo acabasse não seria nada difícil, a menos que Ulf resolvesse ajudá-lo, não iria lutar contra um velho amigo. Enquanto continuávamos a caminhada, eu resolvia apenas apresentar-me também ao anão, fingindo um sorriso em meu rosto ao fazer isto:

- Prazer em conhecê-lo senhor anão. Meu nome é Elizabeth, mas me chame de Liz... Tudo bem?

Ver perfil do usuário

45 Re: Taverna Dragão Bêbado em Seg Dez 22, 2014 11:36 pm

- Elizabeth é membro da mesma ordem de cavaleiros da qual faço parte, é melhor pensar bem em como vai se referir a ela Björn, da próxima vez que se referir a qualquer membro de forma tão baixa, terei a certeza de fazer com que se arrependa. Mantinha o tom tão frio quanto o clima fora da taverna, a honra poderia não significar muito a Liz, mas não tinha a menor intenção de deixar um sujeito como aquele jogar lama no nome da ordem que servia a tão prestigiada família dos Alfz.

Ver perfil do usuário

46 Re: Taverna Dragão Bêbado em Ter Dez 23, 2014 12:05 am

- Ahn? Mas o que houve? - Perguntava aquilo confusa para Ulf ao vê-lo ameaçar o anão - O que foi que o baixinho disse sobre mim?

Ver perfil do usuário

47 Re: Taverna Dragão Bêbado em Ter Dez 23, 2014 12:06 am

- Nada com que precise se preocupar, nem nada que não seja infelizmente justificável. Falaria as palavras ainda mantendo o mesmo tom cortante adiantando-me para a porta.

Ver perfil do usuário

48 Re: Taverna Dragão Bêbado em Ter Dez 23, 2014 11:04 pm

Alterax

avatar
Admin
O Anão pouco se importa com a ameaça que o garoto lhe fez, e continua a proferir coisas obcenas a respeito da jovem.

— E... — soluçou novamente — e daí, seu merda? Ela é gostosa... — Explicou, rolando os olhos pelo corpo da jovem, mantendo um furtivo e malicioso sorriso em sua face.

Normalmente não o faria, mas o excesso de álcool em seu organismo fazia com que seus ideais machistas — e também sexuais — viessem à tona, impedindo-o de se comportar como deveria.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

49 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qua Dez 24, 2014 12:47 am

Pro inferno com o anão, era justamente por isso que não podia suportar bêbados, ou anões. Para mim o fato do ácool entregar aos bêbados uma estupida coragem, nunca foi mais do que um maldito empecilho, lidar com medrosos sempre é mais fácil do que lidar com aqueles que pensam ter alguma coragem, as palavras do anão me irritavam e sentia que deveria coloca-lo em seu lugar. Me aproximaria do anão atordoado e com um rápido movimento o puxaria e ergueria o atirando para fora da porta da taverna.

Ver perfil do usuário

50 Re: Taverna Dragão Bêbado em Qua Dez 24, 2014 1:24 am

Acabava por rir da situação, Ulf parecia se importar mais com o que o anão dizia do que eu. Não era pra menos, eu nunca me importei com essa coisa de honra ou de ser uma garotinha boazinha e comportada, Éris não havia me treinado para isto. Tentando colocar um olhar de preocupação em meu rosto, eu me colocaria entre Ulf e o anão depois que este fosse atirado para fora da taverna e então diria de modo sarcástico:

- Errr... senhores!? Não briguem por mim, por favor. - Logo em seguida, viraria meu rosto apenas para Ulf e daria uma piscadela. Tentando pedir para que ele se acalmasse. Ele provavelmente não entenderia, mas poderia explicar para ele em outra oportunidade. Quanto ao anão, eu me viraria para este e diria com um sorriso malicioso em meu rosto - Obrigada pelo elogio, senhor anão.

Por ultimo tentaria me aproximar de Ulf e cochicharia, de modo que o anão não pudesse me escutar:

- Tome cuidado, eu não me importo com essas coisas. E agora eu me interessei o suficiente por esta busca para querer manter o anão do nosso lado por mais um tempo. - Me viraria em seguida e daria uma piscadela para o anão, tentando fazer com que Ulf não notasse.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 3]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum