Eshmir — Fórum RPG
Chatbox

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Cidade de Innsmouth

Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 9 ... 17  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 17]

26 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 5:44 pm

Estreitei meus olhos perante a sua verdadeira face, retribuindo o mesmo olhar. Sua pele se destacava na luz, e seus olhos vermelhos eram vibrantes.

- Esta certo... - Puxei alguns fios de cabelo insistentes de meu rosto, e então tornei a falar. - Me diga, qual será a sua pergunta?

Ver perfil do usuário

27 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 5:54 pm

O sorriso de Sarah se desfez em segundos quando Samael retirou o elmo. A última coisa que queria era arrumar mais uma briga, pelo menos não com aquele cara. Ela nunca diria em voz alta, mas avaliando melhor seu porte físico e sua atitude, soube que ele daria uma boa dor de cabeça em uma briga.

No entanto, ela disfarçou seus devaneios com uma expressão de indiferença, beirando a desinteresse, e mantendo-se em silêncio.

Ver perfil do usuário

28 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 5:55 pm

Heinz então se aproximou de um civil sozinho qualquer e desceu do cavalo por educação.

- Olá, senhor. Sou um miliciano, não daqui. Estou numa investigação que envolve essa cidade... Poderia me dizer se notou algo fora de ordem recentemente? - Disse, unindo as mãos nas costas

Ver perfil do usuário

29 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 5:59 pm

Fiquei afastado de Heinz, para não assustar os civis com minha aparência. Fiquei procurando qualquer coisa que pudesse ser suspeita, andando pela cidade, mas, sem perder Heinz de vista.

Ver perfil do usuário

30 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 6:08 pm

Me aproximo mais da garota e me abaixo, para deixa-la fitar melhor meu rosto, eu continuava sorrindo, porém agora um sorriso pequeno, sem abrir minha boca. Meus cabelos castanhos estavam bagunçados pelo vento e meio molhados pela chuva, meus olhos vermelhos fitavam intensamente os olhos da garota Helena, parecendo ver sua alma, meu rosto parecia ser jovem, com a barba bem aparada, com uma cicatriz no olho direito, que ia desde a altura de meu lábio superior até um pouco acima de minha sobrancelha.

– Nasci morto, caminhei pelas trevas por eras, vendo reinos surgirem e serem destruídos testemunhei guerras serem travadas, vi pessoas morrerem de diversas formas, fui perseguido, mas nunca me encontraram, dizem que não existo, mas ainda assim estou aqui. – A cada palavra meu sorriso ia aumentando, levei uma mão aos cabelos insistentes da garota, os pondo atrás de sua orelha. – Pais dizem para os filhos que eu sou um monstro, dizem que eu roubo a vida de jovens donzelas e de quem mais entra em minha frente, dizem que sou nascido da escuridão e que fiz dela minha casa, dizem que sou a morte ou a encarnação do demônio, alguns dizem que fui amaldiçoado pelo próprio Deus, outros dizem que fui enviado para fazer homens pagarem por seus pecados, o que eu sou?

Ver perfil do usuário

31 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 6:27 pm

O seu toque era frio, arrepiava cada centímetro de meu corpo. Seus olhos eram como laminas perfurando os meus. Era incrível como seu tom de pele se ajustava a suas roupas escuras, tendo um grande contraste em seus olhos penetrantes.

- Um ser nascido da escuridão, acompanhado por ela a cada passo de sua existência. - Levei meus dedos até seu rosto, era imensamente gelado e amedrontador, mas não me impediu de seguir a linha de seu queixo em um leve toque. - Assim como esses olhos que já viram mais carmesim do que qualquer outro. - Retirei meus dedos de sua face, deixando minha mão ao lado do corpo. - Você toma dos outros o que é necessário para a sua própria existência, e isso possuí o tom de sua iris. - Agora eu o olhava intensamente, porém com cautela. Seu sorriso era cruel, mas combinava com quem ele era. - Precisa que eu seja mais direta do que isso?

Ver perfil do usuário

32 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 6:41 pm

— Nada que seja de sua conta. — O cidadão respondeu Heinz friamente, e então voltou a andar.

Os cidadãos da cidade continuavam normais, porém alguns observavam os forasteiros que haviam chegado a não muito tempo. Ao longe, próximo ao navio, localizavam-se vários profundos, porém os mesmos estavam longe o suficiente para não serem notados.

Ver perfil do usuário

33 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 6:56 pm

- Vampiro. Sua força e velocidade é superior a de humanos, seu tempo de vida também é deveras mais longo, além de manter a bela aparência. Essas são suas vantagens. Suas desvantagens, Símbolos sagrados podem feri-lo assim como magia de luz. Resultado final, descartável como um "ser perfeito". - Sua voz era monótona, seu olhar distante, como se estivesse lendo as anotações, como se ainda estivesse naquela cabana. Seu olhar focou no rosto do homem assim que terminou de falar, sua mão foi até a cintura de Helena, puxando-a um passo para trás.

- Estamos errada? - Não sorriu mais, não com ele sorrindo tão abertamente como se estivesse examinando dois novos brinquedos. E ela conhecia bem aquele sorriso. Cada nervo de seu corpo gritava ou para correr ou para atacar primeiro, mas seu bom senso dizia para ficar quieta e espera. Foi exatamente o que fez.

Ver perfil do usuário

34 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 7:15 pm

Por algum motivo não via mais Helena à voar pelos céus. Poderia ter-lhe ocorrido algo? Ao pensar no pior, logo empinei o cavalo e tornei a voltar o caminho em busca dela. Esperava que ela e a outra moça estivessem bem. — Helena sumiu. É melhor voltarmos para procura-la.

Ver perfil do usuário

35 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 7:17 pm

Fecho o sorriso e me afasto mais ou menos 1 metro e 90, mas em questão de segundos já havia sacado minha espada e apontava para o pescoço das garotas, a espada preenchia todo o espaço entre nós três, ela era muito grande, larga, grossa e pesada demais para ser uma espada, mas era uma.

– Isso foi rude demais garota homunculo, eu não gostei disso nem um pouco, se bem que detestei!- Meu sorriso se tornou cruel revelando minhas presas enquanto meus olhos pareciam devorar a humana, fico assim por um minuto, depois viro meu olhar para Helena. – Já você, senhorita Helena, gostei do modo que falou, foi um tanto intrigante e meio saboroso, quase me arrepiei com o que disse, por isso lhe darei duas opções, as duas serão recompensas, você poderá escolher apenas uma.- Mordo meu lábio inferior e dou um sorriso gentil. – Então, qual será sua escolha?

Ver perfil do usuário

36 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 7:30 pm

Uma atitude assim, vinda de uma criatura daquelas não me surpreendia. Me pus a frente de Sarah  com uma expressão dura e severa direcionada para Samael.

- Poderia por favor abaixar sua espada? Não o mostramos nenhuma intenção assassina, ainda. - Abri totalmente minhas asas, pondo uma das mãos sob o cabo de uma das espadas, e com a outra aumentando a luminosidade do local. - Creio que não será de graça, qual sua intenção ao me oferecer isso? E o preço por trás de tal coisa.

Ver perfil do usuário

37 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 7:39 pm

Suspiro e passo a devora-la com os olhos, mas mantenho a espada erguida.

– Não irei dizer o que é que podes ganhar, seria injusto. Apenas escolha um, não terá um preço que você não possa pagar.

Ver perfil do usuário

38 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 7:48 pm

- A questão não é algo que eu possa pagar, e sim se irei me dispor a o fazer, esteja ciente disso. - Me perguntava o que havia por trás de tudo aquilo, mas resolvi arriscar. Peguei Sarah e me afastei alguns metros, apenas por segurança. - Então, fico com a primeira opção se me permite.

Ver perfil do usuário

39 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 8:07 pm

- Na verd...-quando Heinz percebeu, ele já o dera as costas. Com um suspiro, ele montou o cavalo novamente e virou-se para o grupo - Por que não espiamos as ações de alguem estranho? Se bem que todos aqui são estranhos... - Disse, olhando em volta.

Ver perfil do usuário

40 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 8:13 pm

Abro mais ainda meu sorrindo, agora estava gargalhando com os olhos fechados, em um movimento levanto a espada, apontando-a para o céu, após isso a finco no chão e me ajoelho diante dela, parando de gargalhar, abaixo minha cabeça e ponho o elmo ao lado de meu corpo.

– Você escolheu a primeira opção, cuja qual é o pacto, caso aceite... -  Levanto meu olhar a fitando e falo sério.  – Eu serei sua sombra, seu guardião, seu escravo, farei tudo que mandar, matarei quem você me pedir, lhe defenderei de tudo que tentar lhe ferir, lhe darei minha vida e minha força se pedir, destruirei todos os seus inimigos e ajudarei seus aliados... Resumidamente, poderá fazer o que quiser comigo, em troca de seu sangue.

Passo a sorrir cruelmente para ela.

Ver perfil do usuário

41 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 8:25 pm

Se tivesse achado algo, iria descer do cavalo e investigar melhor. Se não, voltaria aonde se encontrava o resto do grupo e perguntaria para Heinz:

— Quer que eu tente ? — falei, abrindo um sorriso sádico e cruel.

Ver perfil do usuário

42 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 9:15 pm

Analisei tudo que ocorreria caso aquele pacto fosse feito, e por fim cheguei a uma decisão. Observei com cuidado o homem a minha frente por alguns segundos, e então o respondi.

- Sinto muito, é uma boa oferta, mas irei recusar.

Ver perfil do usuário

43 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 9:30 pm

Passo a sorrir mais cruelmente, levo minha mão ao meu lado, pondo-a em meu elmo e o levando para minha cabeça, o colocando novamente, prendendo-o firmemente, me levanto e levo minha mão para a empunhadura de minha espada, a retirando do chão e pondo-a novamente em minhas costas, após isso cubro meu elmo novamente com meu manto, em seguida meu corpo todo embaixo do mesmo.

– Hum... Entendo... Espero que tenha escolhido bem... Nunca fui recusado... – Minha voz sai calma, porém amedrontadora e fria. – Um dia nos encontraremos de novo senhorita Helena... HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...

Viro-me de costas para elas e volto a andar em direção à cidade.

Ver perfil do usuário

44 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 9:47 pm

-Apenas se não machucat ninguem. -Disse para o myddraal - Poderia tentar se infiltrar numa casa? Estaremos do lado de fora caso algo aconteça e lhe cobriremos.

Ver perfil do usuário

45 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 9:58 pm

— Eu posso quebrar a porta, serve ? — falei, de um jeito brincalhão. Na mesma hora, comecei a rodear, deixando o cavalo com Heinz, algumas casas e procurando a mais fácil de se infiltrar.

Ver perfil do usuário

46 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 10:51 pm

Mantive meus instintos atentos até que ele se distanciasse, e então me voltei para Sarah sorrindo gentilmente, mostrando que não havia com que se preocupar. Logo ouvi o barulho de cascos de cavalo, e então Tsuru apareceu em meu campo de visão.

Ver perfil do usuário

47 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 11:19 pm

Alterax

avatar
Admin
Um cidadão de que trajava roupas da alta nobreza e que também era dotado de uma postura impositora aproximou-se de Remy. Ele possuía características físicas estranhas, tais como pele extremamente pálida e dentes estranhamente pontiagudos. Suspirava ofegante, o que deixava clara sua aparente dificuldade respiratória.

— Vejo que temos visitantes na cidade! Não só você, mas muitos outros aventureiros decidiram vir para cá ultimamente! Seja bem-vindo a Innsmouth, a cidade da pesca..!— Disse, em um tom de voz contente. O sotaque regional era forte em suas palavras, o que soava realmente estranho para o grupo de aventureiros.

Pessoas ao longe observavam-no se aproximando dos visitantes e cochichavam coisas entre si.




Manuel encontra uma casa vazia totalmente acessível através da chaminé, a qual estava apagada.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

48 Re: Cidade de Innsmouth em Sab Nov 29, 2014 11:38 pm

Notando que a casa estava vazia, antes de tentar a tal chaminé, fui direto para a porta e, caso não funcionasse, para as janelas. Na porta, e em cada janela, tentei, com minha adaga, abrir a trinca para poder entrar.

Se eu não conseguisse abrir a trinca com a adaga em nenhuma das janelas e nem na porta, passaria a tentar o plano da chaminé. O plano consistia em escalar a casa e chegar ao lado da chaminé. Chegando na chaminé, botaria um pé em cada canto, com a perna bem aberta, e as mãos cada uma reta para o lado, para descer vagarosamente e sem problemas. Descer desse jeito não iria me machucar, já que usava uma luva de couro e uma bota.

Ver perfil do usuário

49 Re: Cidade de Innsmouth em Dom Nov 30, 2014 10:22 am

ー Que sujeito incomodo. Mas Helena, tome cuidado, não gostei de como ele a olhava. ー Franziu as sobrancelhas ao se lembrar do sorriso do homem, seguido pela proposta. Mas a escolha era dela, estava ciente dos prós e contra. Só percebeu o quanto estava tensa só depois que perdeu o vampiro de vista, com seus músculos relaxando.

Ver perfil do usuário

50 Re: Cidade de Innsmouth em Dom Nov 30, 2014 11:10 am

Oi! Vocês estão bem? Aconteceu alguma coisa? — Diria em um tom preocupado, enquanto parava o cavalo à medida que me aproximava de Helena e Sarah. O lugar por sinal parecia estar mais claro agora, o que me era ainda mais preocupante. Poderia ter ocorrido algo? De qualquer maneira, agora poderia enxergar melhor o que tinha aos arredores, vendo assim uma sombra já de longe à se distanciar cada vez mais.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 17]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 9 ... 17  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum