Eshmir — Fórum RPG
Chatbox

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Cidade de Hyacinth

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 5]

26 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 1:07 pm

                  Acabou que o desespero do homem acabou tomando conta de si - Não esperava que o garoto fosse um órfão. Com uam face de preocupação, acabou por continuar com a ideia
                  "A-Ah! Sem problemas! Então, veremos com senhorita Nadine ant-"
                  E então, Leeroy foste interrompido pelo suposto homem cujas roupas representavam perfeitamente a Noite. Ele tomou a atenção do homem. Não apresentou uma palavra sequer, e continuou sua caminhada. Aquilo incomodara Leeroy, e muito - Sem motivo algum. Mas deixou isto para depois. Voltou a olhar o garoto, e ouviu o que ele havia a dizer.
                  "Entendo.. Mas isso não importa por agora." - A face de Leeroy demonstrava preocupação sobre aquele sujeito. Mas não demorou muito para que seu contente sorriso voltasse á prevalecer sobre si. - "Bem, se queres ser meu aprendiz, teremos de ver com Nadine primeiro, tudo bem?"

Ver perfil do usuário

27 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 7:22 pm

Ao céu via-se um corpo esguio inclinado em direção ao chão. Em velocidade quase constante sofria sua queda às pedras acinzentadas da cidade de Hyancith. Qualquer um que visse o sorriso costurado em seu rosto imaginaria que Drei jogou-se de cima da muralha por vontade própria, e estaria certo. Poucos segundos depois o corpo de Drei encontrava-se com o solo duro e gelado, retalhando-se quase que completamente e tornando-se irreconhecível. O sangue espalhado pelas rachaduras do chão tornava a cena quase poética.
Poucos minutos depois sua mão esquerda brilhou em uma luz roxa fraca, tão fraca que só era vista por quem a procurava. Sua pele embranqueceu. Seu sangue lentamente arrastou-se de volta ao corpo até então inanimado de Drei, que finalmente levantava, com uma mão só. Com movimentos duros e lentos, como um boneco de argila animado, Drei posicionou-se em uma posição que proporciona-se a liberdade de, finalmente, andar pelo solo de Hyancith com suas pernas agora não tão fracas.

— O corpo.. — Disse Drei, dando seu primeiro passo — Tinha esquecido dele.

Caminhou a procura de desventuras nesse pedaço de desconhecido.

Ver perfil do usuário

28 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 8:06 pm

*Narrador*

"O garoto parecia explodir de felicidade e ansiedade, ele pulava e se agitava sem conseguir falar quase nada.

- SIM! Isso! Senhorita Nadine.... Bem ela esta em Durenor, foi dar uma volta na cidade em busca de inspiração... - Ele dá de ombros sem mesmo entender o porque disso e corre pra dentro da loja, indo arrumar suas coisas. - Ahhh nem posso acreditar, isso vai ser demais!

Leeroy houve o grito estridente de uma mulher, alguns metros dali, talvez atras de uma das construções, perto da muralha.


Quando Drei se levanta, pode ver claramente uma mulher em choque olhando para ele. Ela tremia e parecia que ia ter um colapso. Sua feição expressava total aversão ao que tinha visto, estava horrorizada. Ela grita alto, do fundo da garganta."

Ver perfil do usuário

29 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 8:14 pm

                  "Entendo.. Então, á Duranor, iremos!"
                  Comentou Leeroy, esbanjando um sorriso confiante como faria de costumo. Quando o garoto correu para dentro, o homem acabou por soltar risadas, devido á alegria do jovem. Entretanto, o grito da mulher chamara sua atenção. Será que era alguém em apuros? Quem sabe. Iria checar quando fosse aos portões da cidade. No momento, levantou-se, esperando pela volta do Garoto - O tempo todo preocupado com o tal grito.

Ver perfil do usuário

30 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 9:48 pm

Drei percebeu a presença da garota. Abriu um sorriso de razões desconhecidas até mesmo por ele. Virou a cabeça como quem analisava algo novo por diferentes ângulos.

— Em que posso ajudar?

Ver perfil do usuário

31 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 10:45 pm

* Narrador*

" A mulher sai correndo desesperada, deixando suas bolsas cairem. Ela passa por um homem encapuzado que só agora voce percebe que ele estava o observando, mas á quanto tempo ele estaria ali?

-x-


"O garotinho sai da loja e a tranca, guardando consigo o molho de chaves. Apenas carregava uma mochila pequena com poucas roupas e algumas moedinhas de ouro que estava economizando.

- Pronto, mestre?"

Ver perfil do usuário

32 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 11:36 pm

                  O tempo voou, e quanto menos percebeu, o garoto já estava de volta para acompanhar Leeroy. Sentindo toda a vibração de emoção e alegria do garoto, o homem acabou por soltar uma contente risada. Olhou para o garoto, e então perguntou-lhe
                  "Está tudo bem em você ir sem nenhum armamento para treino ou defesa?"
                  O grito da mulher continuava a lhe preocupar, junto daquele tal homem encapuzado - Será que ele tinha se envolvido com aquele tal grito? Não sabia. Isto assombrava Leeroy de certa forma. Mas, como um bom guerreiro, deixava a sua preocupação de lado, e confiança acima de tudo. Aguardou a resposta do garoto.

Ver perfil do usuário

33 Re: Cidade de Hyacinth em Ter Set 16, 2014 11:58 pm

*Narrador*

"- Estou levando uma arma poderosa.... - Ele tira das costas uma adaga de aço, leve e afiada com o mesmo simbolo em N que reparou nas outras. - Mas se quiser eu posso pegar algum bastão de treino... - Comenta e antes de obter resposta ele volta correndo a caçar uma arma de trino dentro da loja, destrancando-a novamente."

Ver perfil do usuário

34 Re: Cidade de Hyacinth em Qua Set 17, 2014 9:31 am

                  Como se não bastasse toda a preocupação de antes, o "N" que estaria na adaga que o garoto lhe mostrara também acabava por incomodar Leeroy de certa forma. Mas, como todo o resto, deixaria isto para depois.
                  "Então não se preocupe! A adaga já está de g-"
                  Acabou por ser interrompido, ao garoto sair correndo de volta a Ferraria, em busca de um bastão para treinar com seu 'novo mestre'. Oh, ironia do destino - Um guerreiro insano sendo mestre de um jovem guerreiro.

Ver perfil do usuário

35 Re: Cidade de Hyacinth em Sex Set 19, 2014 6:25 pm

( Precisava do Drei postando, por isso não respondi, mas como ele deu uma sumida e-e' )


* Narrador*

" O menino em poucos minutos volta segurando alguns panos enrolados, dentro estavam os bastões de treino , cordas e algumas coisinhas a mais.

- Pronto, mestre, tudo aqui.... - Ele parece um pouco exausto, porem sua determinação é maior. - O que faremos agora ?

Ver perfil do usuário

36 Re: Cidade de Hyacinth em Sab Set 20, 2014 7:18 pm

( A demora da postagem foi por problemas pessoais. LEEROY IS BACK. )

=x=

                  "Por agora, teremos nossa a primeira aventura!" - Falou Leeroy, quando avancou no garoto, o levantando nos braços, e em seguida colocando-o sobre suas costas - Sua exaustão era muito bem visível -"Iremos pedir a permissão de Srta. Nadine para você se tornar meu aprendiz oficial!
                  No alto e contente tom de voz, Leeroy iria rumo á saida de Hyacinth, para que então encontrasse esta tal Nadine. Aproveitaria disso para ter o garoto como aprendiz - Por algum motivo, isto lhe animava - E também perguntar mais sobre a ferraria.

Ver perfil do usuário

37 Re: Cidade de Hyacinth em Dom Set 21, 2014 10:47 am

*Narrador*

- Sim, sim!!! - Ele diz empolgado em suas costas. - Então vamos á Durenor!!! - O mesmo aponta para a direção da cidade, não escondendo os ânimos.





(Sem problemas, se Drei estivesse postando tambem, iria mudar o rumo -Q)

Ver perfil do usuário

38 Re: Cidade de Hyacinth em Qua Nov 05, 2014 7:50 pm

Chegando na cidade Vaal se senta em um dos bancos e pensa:
Ah...Melhor eu nem mostrar minha cara pra ele...Acho que vou me esconder na cidade mais próxima até ele esquecer.

Ver perfil do usuário

39 Re: Cidade de Hyacinth em Qua Nov 12, 2014 11:54 pm

Heinz chegou a seu destino. O tempo de caminhada dessa vez foi bem menor, e o espadachim ainda se sentia bastante disposto. Ele olhou em volta por um momento, e não encontrando ninguém que parecesse apto a auxiliá-lo, ele foi diretamente até a taverna.

Ver perfil do usuário

40 Re: Cidade de Hyacinth em Qui Nov 13, 2014 10:49 pm

Após sair da taverna, junto a companhia da moça, Chrom caminhava tranquilamente pelas ruas da cidade, estava muito silencio entre os dois, então o mesmo resolveu quebrar isto, com certa vergonha se virou para a moça e disse:

Hey, prazer, sou Chrom! Ele então fez uma breve pausa, não tinha costume com as pessoas, e muito menos com mulheres, corado ele continuou. — Diga-me, tu és moradora da cidade ? Está a ir no ferreiro conseguir o que ? E fez uma breve pausa enquanto esperava uma resposta da moça.

Ver perfil do usuário

41 Re: Cidade de Hyacinth em Qui Nov 13, 2014 10:56 pm

Zensano mantinha o hábito de fazer caminhadas pela cidade durante a manhã, uma vez que sempre acabava por encontrar boas missões e até mesmo conseguir um bom dinheiro através da realização de transmutações para pessoas as quais eram interessadas nisto. Mantinha seus passos lentos, mas ocasionalmente decidiu acelarar em meio ao grande movimento urbano da cidade, e acaba por esbarrar-se em um rapaz de curtos cabelos azuis-escuros — Desculpe, moça — Disse ele, num certo tom de "estou pouco me fodendo caso tenha esbarrado em você."
E prosseguiu sua caminhada matinal em passos lentos.


_________________
"— O Shub-Niggurath, né? Ih... De bode, não tem nada."
Ver perfil do usuário

42 Re: Cidade de Hyacinth em Qui Nov 13, 2014 10:57 pm

Parecia feliz e simpático. A Agelum não via problemas em uma conversa. Apenas esperava não agir de modo estranho— não costumava envolver-se com as pessoas da cidade. "Meu nome é Yvallice." Sorriu.

Ela parou, no momento do esbarrão. Yva permaneceu sem palavras até que o rapaz de tapa-olho se retirou.

Poderia continuar a falar agora.
"Bom... meu arco foi partido ao meio há um certo tempo. Me descuidei" Aquilo a deixou um pouco sem graça, seu sorriso em um instante se foi. Uma grande irresponsabilidade com a própria arma. "Pretendo ver o quanto tenho que pagar por um novo... 'moça'." Brincou.

Ver perfil do usuário

43 Re: Cidade de Hyacinth em Qui Nov 13, 2014 11:06 pm

Enquanto conversava, um homem de altura mediana e cabelos prateados esbarrou contra Chrom, e o chamou de moça, o que poderia resultar em uma briga para a maioria das pessoas, por sorte, Chrom estava tão concentrado em conseguir uma nova arma, que preferiu não arrumar confusão e apenas disse — Está tudo bem — Ele então continuou a ouvir o que a moça tinha o que dizer, que em tom de brincadeira dizia que buscava por um novo arco, já estavam perto o suficiente para ver o ferreiro, Chrom por meio de ousadia, puxou o braço da moça na empolgação de uma criança e correu até o local.

Ver perfil do usuário

44 Re: Cidade de Hyacinth em Qui Nov 13, 2014 11:20 pm

Realmente, aquilo não era algo com o que se irritar.

"E-ei—!" Yvallice assustou-se, mas apenas por um momento. Mas se deixou ser guiada por ele, afinal, até que chegassem ao ferreiro, em passos desajeitados.

Ver perfil do usuário

45 Re: Cidade de Hyacinth em Qui Nov 13, 2014 11:29 pm

Zensano lembrou-se de que precisava de uma adaga longa, uma vez que estava praticando as artes de um Assassino e modificando seu estilo de combate. Decidido, deu meia volta e foi em direção ao ferreiro.


_________________
"— O Shub-Niggurath, né? Ih... De bode, não tem nada."
Ver perfil do usuário

46 Re: Cidade de Hyacinth em Sex Nov 14, 2014 12:33 pm

Heinz apertou o passo apenas para se afastar um pouco da taverna e depois voltou a caminhar com paciência. Sem olhar para a mulher que levava as autoridades de Hyacinth, ele decidiu apenas responder a pergunta dela, mesmo não acreditando que ela atacara Mannuel inconscientemente.

- Senhorita, estou lhe levando aos soldados da cidade por tentar matar um Myddraal na taverna a alguns minutos.

Ver perfil do usuário

47 Re: Cidade de Hyacinth em Sex Nov 14, 2014 4:08 pm

O que? Acho que pensei você ter dito que tentei matar um Myddraal? Impossível, eu apenas perguntei a ele onde poderia conseguir algumas missões senhor.
Fadra'dma sacode a cabeça desconsolada com a falta de memória repentina, algo que nunca havia acontecido antes, e depois de um tempo diz melancolicamente:
Deve ser a idade sabe? Trezentos anos nas piores condições fazem isso com o cérebro de um Angelum. — Fadra'dma subitamente se lembra de antigo rival que era um Myddraal também, que ela havia assassinado dentro de uma taverna há centenas de anos — Devo ter sido uma alucinação, foi tão parecido com algo que aconteceu comigo antes do incidente...

Ver perfil do usuário

48 Re: Cidade de Hyacinth em Sex Nov 14, 2014 6:31 pm

Depois de passar pela porta, esperei pelas garotas não muito longe da taverna, apenas alguns passos de distância.

— Querem fazer algo antes, ou iremos direto para o estábulo ? — perguntei, quando as duas chegaram.

Ver perfil do usuário

49 Re: Cidade de Hyacinth em Sex Nov 14, 2014 6:42 pm

Espreguicei o corpo por alguns segundos logo que saímos da taverna, sentindo meus músculos responderem em agitação.

- Hum.. Creio que eu não tenha mais nada para fazer, e você Sarah?

Ver perfil do usuário

50 Re: Cidade de Hyacinth em Sex Nov 14, 2014 8:46 pm

ー Não temos muita escolha não é? Afinal estamos quebrados... ー Caminhou junto a Helena enquanto mantinha os braços cruzados, seus olhos seguiam várias pessoas, prestando atenção desde sua vestimenta á costumes.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 5]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum