Eshmir — Fórum RPG
Chatbox

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Fortaleza de Hyacinth

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 3 de 4]

51 Re: Fortaleza de Hyacinth em Seg Nov 24, 2014 5:51 pm

" Ele vai atirar, não vai dar tempo! "

- CUIDADO! - Gritou Hayleigh, alertando Akemi e Thor. O cavalo agilmente foi para o lado com a mochila na sua boca, saindo da briga.

Ao ver que ele preparava a flecha, avanço em sua direção, porém antes de poder impedir algo ele cai sozinho, um alívio repentino passa por mim em alguns instantes, que logo se tornam de aflição, mesmo caindo o arco estava puxado e a flecha voou em direção a Akemi. Rapidamente, fiz um corte em seu pescoço enquanto caia, avançando para o próximo cego, dando uma estocada e lançando uma rajada de chamas junto.

" Pelo menos esse... deixe eu impedir a flecha desse... "

D20 para impedir a flecha



Última edição por Hayleigh B. Sagaz em Seg Nov 24, 2014 5:51 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

52 Re: Fortaleza de Hyacinth em Seg Nov 24, 2014 5:51 pm

Alterax

avatar
Admin
O membro 'Hayleigh B. Sagaz' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 1

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

53 Re: Fortaleza de Hyacinth em Seg Nov 24, 2014 6:50 pm

- Merda...

Vendo as flechas em minha direção retardo o movimento das flechas para o meu lado oposto e esquivo em um pulo rápido, me afasto um pouco mais em seguida. Atenta aos ladrões. Meus joelhos fraquejam, aos poucos aparecem as consequências da magia que gastei.

D20 para a ação.

Ver perfil do usuário

54 Re: Fortaleza de Hyacinth em Seg Nov 24, 2014 6:50 pm

Alterax

avatar
Admin
O membro 'Akemi' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 1

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

55 Re: Fortaleza de Hyacinth em Seg Nov 24, 2014 9:48 pm

Narrador


O rapaz não consegue evitar que a flecha permaneça em sua rota. O terceiro arqueiro cai morto no chão, juntamente com o segundo. Akemi consegue desviar do ataque da flecha explosiva, mas ainda assim é atingida pela explosão e pela flecha do segundo ladrão de raspão pelo braço por não conseguir desviar totalmente, fazendo um corte feio. Seu esforço físico foi ao limite e acaba desmaiando. Se encontra com queimaduras de 2° e algumas de 3° grau por todo o lado esquerdo do corpo. Alguns poucos fragmentos penetraram seu corpo e necessita de primeiro socorros urgentes.

Ver perfil do usuário

56 Re: Fortaleza de Hyacinth em Ter Nov 25, 2014 2:50 pm

Me aproximo de Akemi, lhe faço os primeiros socorros que posso em silêncio, então a coloco em cima de Thor deitada e digo para o cavalo ir até algum médico.
Me sento, quieto e perplexo com minha fraqueza e inutilidade, mesmo tendo dito tudo o que disse, não pude fazer nada para evitar aquilo, a fraqueza havia ganhado de mim. Era a primeira vez que se sentia assim, sem reação, sem força, sem motivação. Um ânsia dominava meu estomago, uma vontade de desistir de tudo " Inútil, inútil..." por que eu fugi? Por que não apenas aceitei o que me disseram? Eu pus a vida dela em jogo e falhei.

Ver perfil do usuário

57 Re: Fortaleza de Hyacinth em Ter Nov 25, 2014 3:43 pm

Inconsciente e desemparada nos meus ferimentos, tenho u sonho sobre o meu passado, que fazia sentido tanto quanto os outros que já tive: era sobre meus ensinamentos mágicos, eu parecia esta estudando e me dando melhor. O sonho era a repetição de algumas cenas e parecia não ter fim.

Ver perfil do usuário

58 Re: Fortaleza de Hyacinth em Ter Nov 25, 2014 6:00 pm

Me levanto com ódio, me viro e vou até os guardas que ali estavam.
- Vermes... SEUS VERMES INÚTEIS, CÃES DE MERDA! - Hayleigh dizia, se aproximando dos guardas com a Katana em mãos.

" Por culpa de vocês... não... foi pela minha fraqueza. EU disse que a protegeria... "

Hayleigh então encarou com outro rosto os guardas, esperando algum movimento, como nada fizeram, ele saiu do local seguindo seu cavalo mais a frente.

" O minimo agora é salvar ela. "

Ver perfil do usuário

59 Re: Fortaleza de Hyacinth em Sex Dez 26, 2014 2:50 am

Chrom caminhava pensativo em direção ao castelo vindo da cidade pela ponte e então com seu braço funcional acenou para os guardas do portão, e então quando próximo o suficiente deste se apresentou.

— Sou Chrom, soldado da milicia daqui da cidade, sai em viagem a algum tempo, preciso falar com o general da milícia e também com o rei, pretendo pedir autorização para a compra de uma casa e relatar alguns fatos ocorridos, alguns de extrema urgência.

Ver perfil do usuário

60 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 1:13 am

Os guardas se entreolharam e dois tomaram a frente. — Nos siga, soldado. — Proferiu um deles.

Os três adentraram nas terras do castelo, parando apenas quando chegaram em seu extenso pátio. Chrom e um dos guardas pararam nesse ponto, enquanto o segundo se encarregava de comunicar ao general que solicitavam sua presença.

Um bom tempo se passou até que o elegante homem desse o ar de sua presença. Parou na frente do jovem e o mediu. — Em que posso lhe ser útil, soldado?

Ver perfil do usuário

61 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 1:28 am

Chrom apenas consentiu com a cabeça e seguiu com os guardas para dentro da fortaleza, era a primeira vez que se via dentro dos muros do castelo e então ficou de certa forma admirado em como era o local, embora permaneceu calado e seguindo em frente, onde pararam no patio, onde um dos soldados se afastaram e pouco após retornou junto a um homem elegante este que provavelmente é o general.

"—Em que posso lhe ser útil, soldado? —"

— Tenho alguns fatos a relatar, desde a viagem até a minha chegada. Assim que sai para ir a Hammerfall, comecei a sentir uma dor de cabeça e próximo a Durenor desmaie, acordei nas floresta de pinheiros e tive que enfrente alguns mortos vivos, e dentre eles o que mais me chamou a atenção foi um gigantesco, que daria fácil algo em torno de 10 de minha altura. Voltei de imediato para relatar isso e passei a noite na taverna da cidade, onde esta manhã foi atacada, quem estava lá morreu. Junto a minha havia 3 soldados que também morreram, um deles inclusive, chamou as criaturas de Demônios de Sonhos. Haviam em torno de 30 deles, e para mata-los, acabei incendiando o local, e consegui apagar o fogo para não ficar em completas ruínas.

Ele então parou, e ficou pensativo, pouco após continuou a falar olhando nos olhos do homem a sua frente de forma firme e séria.

— Isso é tudo que tenho a relatar, mas bem. Eu fui criado nas fazendas aos arredores, e bem, não tenho mais moradia, gostaria de autorização, sua ou do rei para comprar uma casa nos domínios do reino, dentro da cidade.

Ver perfil do usuário

62 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 1:46 am

O homem de meia idade ouvia tudo o que era relatado, impassível. — Agradeço pelas informações. — Começou assim que o mais novo terminou — Tomarei as devidas ações para que seja devidamente avaliado o caso da taverna da cidade e as medidas necessárias para que a floresta de pinheiros seja investigada. Já sobre sua moradia, o rei se encontra em audição, sugiro que vá até ele e converse sobre. - Acenou para os guardas para que o acompanhasse. — Agora, se isso é tudo, irei me retirar.

Ver perfil do usuário

63 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 1:53 am

Após relatar o ocorrido, Chrom apenas aguardou pelo que o general havia para dizer, como não foi questionado sobre nada, ele apenas se calou até que o senhor terminasse, e esse logo o fez. Quando noticiou e questionou se o garoto havia algo mais para relatar, ele foi firme e curto, aguardando pela retirada.

— Obrigado, sim é tudo, fique a vontade senhor. —

Disse o garoto que balançou de forma positiva a cabeça e aguardou o homem se retirar do local primeiro em sinal de respeito. Quando este partiu, Chrom e os soldados que estavam contigo seguiram para dentro do castelo para a sala do trono onde foi noticiado que o rei estava em audição, o garoto ficou do lado de fora e aguardou que o rei fosse noticiado por um dos guardas, para então ser chamado.

Ver perfil do usuário

64 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 10:00 am

O Rei havia sido notificado da parecença de Chrom. Seus auxiliares o prepararam para receber o jovem soldado e então efetuaram o mensageiro a lhe dar o aviso de que já poderia se apresentar. A porta para o saguão real se abriu e Chrom pode ver o Rei em seu trono logo a frente. Ao se aproximar da majestade, o monarca esperou que o soldado se curva-se e então proferiu:

— Qual é teu nome jovem soldado? E o que o trás a minha regozijante atenção?

Ver perfil do usuário

65 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 10:13 am

Ao entrar no saguão, Chrom caminhou e ficou em torno de 15 passos do trono, onde se ajoelhou e curvou-se humildemente aos pés do soberano. Ficou calado enquanto este lhe media dos pés a cabeça e quando foi questionado respondeu de forma clara e objetiva.

"— Qual é teu nome jovem soldado? E o que o trás a minha regozijante atenção?"

— Sou Chrom, é um prazer imensurável está em sua presença majestade. Venho a ti neste momento pois gostaria de pedir autorização para que eu possa obter uma casa nos domínios de teu reino, de preferencia, na cidade. — O garoto então fez uma pausa e repensou, como se não fosse tentasse não dizer algo, envergonhado continuo — E também, se possivel, gostaria de falar com teu alquimista da corte, talvez ele possa me ajudar com isso.

O garoto então puxou a parte de sua roupa que lhe cobria o ombro esquerdo enquanto se virava de costas para o rei, mostrando-lhe a marca do impacto do braço para então continuar.

— Sai a algum tempo na cidade e tive alguns problemas que relatei ao general, e nisto acabei por perder completamente o movimento do braço. — E então aguardou por sua majestade.

Ver perfil do usuário

66 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 10:16 am

O supremo pontífice ficou indagado, curioso. Queria ouvir mais do pequeno soldado a sua frente.

Compreendo, meu jovem, compreendo... Mas gostaria de saber mais sobre você, poderia estender um pouco sua apresentação pessoal? Meus auxiliares me disseram que destruiu uma taverna em meu reino, isto é verdade? Poderia me dar detalhes sobre o que tem passado até agora?

Ver perfil do usuário

67 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 10:28 am

O jovem se surpreendeu com a indagação do rei, embora surpreso este apenas optou por dizer a verdade sem mas, e continuo a falar em um tom claro e ao mesmo tempo reconfortante, relatando os ocorridos da manhã.

— Ouvistes a verdade majestade. Ao voltar para a cidade na noite passada, não vim direto a fortaleza pela questão de horário e decidi que seria o melhor passar a noite em uma taverna, após dormir na Taverna Serpente Negra, local este onde já trabalhei. Eu estava de saída está manhã para vir relatar os fatos ocorridos na Floresta dos Pinheiros, nos arredores de Hammerfall. Quando um grito veio a chamar minha atenção, olhei para trás e vi a atendente ser morta por algo que no instante não consegui ver, eu então abri a porta e chamei por uma guarda que passava pela rua, eram três bravos soldados que morreram em batalha, um deles inclusive reconheceu na hora uma das criaturas que eu havia matado, como Diabo dos Sonhos. Bem visto a situação a qual eu me encontrava, contra cerca de 30 destes. Eu usei minha magia de fogo e acabei iniciando um incêndio no local, acredito que não foi duradouro o suficiente para destruir a estrutura, porém cortinas e mesas certamente... — O garoto fez uma pausa para respirar e continuou — Eu fiz questão de apagar o fogo usando minha espada, e pouco após isto, eu vim aqui, relatar isto.

Ver perfil do usuário

68 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 10:41 am

— Ohh!

Se surpreendia a cada vez que Chrom lhe dava mais detalhes a respeito de seus perrengues. Enquanto cochichava com seus conselheiros, um pouco abismado com o que ouvira. Por fim, encaixou a mão sobre o queixo e terminou de ouvir o que o soldado lhe dissera.

— Mas que infortuno isto que aconteceu contigo, pequeno. E ainda mais com soldados de minha serventia, meus pêsames a eles. Mas entenda que, uma vez que tenha sido a principal testemunha e combatente direto destas criaturas, terei de lhe incumbir a tarefa de investigar isto mais a fundo.

Os Diabos dos Sonhos aos quais se refere, são na verdade Imps. Fadas corrompidas pelas trevas. E isto, meu pequeno soldado, é alarmante. Seres de tal cunho jamais deveriam ter rompido as paredes de Hyacinth. E mais! Jamais deveriam ter saído das sombras. Isso não é só uma afronta a ordem dos reinados, como também um motivo de preocupação extrema. Se essas criaturas se manifestaram a ponto de nos incomodarem, isso quer dizer que outros seres sombrios despertaram também.

Tu não terás a permissão para um casa no meu reinado. Não ainda. Precisas provar teu valor a mim. E lhe garanto que uma recompensa sera mais do que devida a ti! Agora continues... o que aconteceu em Hammerfall?

Ver perfil do usuário

69 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 11:00 am

Após relatar os fatos sobre Hyancith, o garoto voltou a ser questionado pelo rei, desta vez sobre os ocorridos em Hammerfall.

— Bem para dizer a verdade, eu sequer sei como fui parar lá. Eu havia saído da cidade e comecei a me sentir mal, como se algo agisse sobre mim, uma voz vinha a minha mente pedindo para que eu fosse ao norte, gritando desesperadamente por socorro, eu acabei por atender essa voz e segui para o norte. Mas aconteceu de antes mesmo de eu chegar a encontrar essa voz, ou quem procurava por ajuda, desmaiei, e acordei preso a uma arvore da floresta dos pinheiros, e ao me soltar cai no chão de uma altura razoável. — Ele então fez uma breve pausa tentando se lembrar e logo continuou — Uma bela moça saiu de trás de uma das árvores, se revelando, ela possuía cabelos de um loiro que se assemelhava ao sol, olhos azuis como o mar, as bochechas vermelhas como duas maçãs, lábios carnudos com traços bem definidos e finos, uma pele pálida como a neve, trajando um vestido púrpura. — O garoto sentiu certo calafrio ao se lembrar, porém continuou tentando evitar ao máximo a demanda de tempo — Seu cabelos antes penteados revelam-se bagunçados, sua pele se torna verde e meio decomposta na região da boca, seus olhos azuis se tornam brancos, suas unhas se tornam garras, tanto em seu pescoço como em seus pulsos revelam-se cordas apertadas, em sua boca seus dentes se transformam em presas. Ela então me atacou, e foi ela quem detonou meu braço, como havia lhe mostrado a pouco, quando a decapitei, está voltou a sua aparência anterior como um espirito e curou minhas feridas mortais, não me lembro bem mas desmaiei e acordei em uma caverna perto dali. — O garoto então fez uma pausa e respirou profundamente — Ela me pediu ajuda e então eu entrei ainda mais na caverna, onde matei alguns mortos vivos. No fim desta havia um enorme salão, luxuoso e bem iluminado. No centro um gigantesco morto vivo sem face, com está espada em versão maior.

Ele então colocou a espada a sua frente mostrando para o rei, segurando com as duas mãos para que o mesmo pudesse ter uma boa visão dela.

— Após uma longa e difícil batalha, eu me sai vitorioso, e o monstro gigantesco se desfez em cinzas revelando ser o amante da moça em forma de espíritos, ele me presenteou com a espada dele por libertar-los da maldição, Eles após se reencontrarem partiram para o descanso eterno. E eu vim relatar isso para você, e os fatos da tavena aconteceram.

Ver perfil do usuário

70 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 11:18 am

Ouviu tudo que o pequenino lhe dissera. de modo muito curioso e atento.

— Interessante... Devidamente interessante, rapaz. Você, em pouco tempo, passou por muito mais do que muitos de meus soldados passaram em toda a vida. Isto lhe é uma chance, uma chance de me servir com mais exatidão e poder.

Lhe incumbirei como responsável por desvendar este mistério sobre os Diabos. Vá para Innsmouth e encontre o antigo Alquimista Real. Ele se chama Valenfar. E pode te ajudar não só com os Imps mas como também com teu braço.

Mas antes, vá até a taverna que investigue mais sobre tudo que aconteceu, meus trabalhadores lhe acompanharão para que consertem todo o estrago depois que você se for. Anote tudo que conseguiu descobrir e ronde a cidade em busca de mais pistas sobre as criaturas, depois vá para Innsmouth e encontre Valenfar!

Se conseguir fazer tudo isto, lhe prometo que não só terá tua casa em meu reinado, como também uma outra recompensa.

Ver perfil do usuário

71 Re: Fortaleza de Hyacinth em Dom Dez 28, 2014 11:43 am

O garoto aguardou novamente por seu rei e este quando terminou havia lhe passado alguns trabalhos a serem feitos, o garoto consentiu com a cabeça e disse:

— Como desejar, minha majestade. Se me permite, partirei agora mesmo!

Ele então guardou sua espada, subiu seus trajes rasgados e se levantou. Fez uma saudação cordial se curvando a majestade e se retirou escoltado em silencio junto aos funcionários do rei, ele então atravessou o salão e na entrada do castelo voltou a dizer aos guardas que haviam lhe recebido antes.

— Obrigado, vocês me foram muito uteis.

Pouco após agradecer, ele se despediu e foi para a cidade.


[M.D.T] Cidade de Hyacinth

Ver perfil do usuário

72 Re: Fortaleza de Hyacinth em Qua Dez 31, 2014 5:12 pm

Parei em frente aos guardas do portão principal e, encarando ele nos olhos, falei:

— Com licença. Quero falar com o rei, para propor-lhe um trato. Teria como os senhores, por obséquio, me levarem até ele? — tentei usar o máximo de minha educação, espero que seja o suficiente.

Ver perfil do usuário

73 Re: Fortaleza de Hyacinth em Qui Jan 01, 2015 9:41 pm

Um dos guardas tomou a frente. — Me siga, homem. Irei conduzi-lo até o salão, onde o rei se encontra em audição. — Exclamou, enquanto esperava Donn entrar para guia-lo e ficar de olho no mesmo. Ambos os homens caminharam em silêncio até que chegaram em uma antesala, no qual se encontrava a grande porta para o salão do trono, onde o rei estava no momento. — Espere aqui até chegar sua vez. — Indicou a fila de camponeses que era vigiada por guardas em sua esquerda.

Ver perfil do usuário

74 Re: Fortaleza de Hyacinth em Qui Jan 01, 2015 9:56 pm

Fiz exatamente como os guardas mandaram: segui eles e entrei na fila.

— Obrigado — agradeci antes que eles fossem embora.

Ver perfil do usuário

75 Re: Fortaleza de Hyacinth em Qui Jan 01, 2015 11:48 pm

Após longos momentos demorados, a porta finalmente se abriu para que Donn entrasse. No salão se encontrava o rei, com aspecto cansado alguns de seus conselheiros e vários guardas vigiando para que tudo ocorresse bem.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 3 de 4]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum