Eshmir — Fórum RPG
Chatbox

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Calabouço dos Mortos

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 7 de 9]

151 Re: Calabouço dos Mortos em Sab Nov 29, 2014 11:24 pm

- Mas... o que diabos você fez? - Disse em um tom mais irritado, após se recompor, segurando a adaga e espada com mais força que o normal.

Ver perfil do usuário

152 Re: Calabouço dos Mortos em Sab Nov 29, 2014 11:37 pm

Alterax

avatar
Admin
Aphel largou a espada e a mesma dissipou-se, retornando em forma de alma para o corpo de Aisha.
— Conforme lhes disse, ajudei a encontrar uma saída — coçou a barba novamente — Vamos sair daqui...! — Saltou, alcançando a superfície.




O morto-vivo consegue se defender do golpe de Ulf e decide contra-atacar, desferindo um corte contr horizontal decrescente, que vem de cima e rasga a partir do ombro até chegar em sua barriga.



Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

153 Re: Calabouço dos Mortos em Sab Nov 29, 2014 11:37 pm

Alterax

avatar
Admin
O membro 'Alterax' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 10

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

154 Re: Calabouço dos Mortos em Sab Nov 29, 2014 11:39 pm

Sentia minha energia volta a meu corpo, meus sentimentos que pareciam estar sendo sugados lentamente voltavam, minha raiva aumentava e ia se modificando por curiosidade. Segui o homem que pulou, indo de pedra em pedra até a superfície.

- Mas que merda foi aquela? Como você fez isso? Quem é você? E... Obrigada! Estou fora desse lixo de lugar!

Ao sair, sentia o clima mudar bruscamente, o abafado que estava na armadura dá conta para um ar mais gélido, entretanto não sentia frio.

Ver perfil do usuário

155 Re: Calabouço dos Mortos em Sab Nov 29, 2014 11:46 pm

Como podia esperar, a lamina da espada atravessava a armadura que havia ganho. Ela era pesada e afiada, muito mais do que a arma que havia obtido, mas isto não era tudo que havia naquilo. O próprio morto também era forte, não apenas por carregar sozinho aquela arma, como também por ter sido o único daqueles de sua raça a ser capaz de me ferir. O coração saltava forte enquanto sentia meu sangue escorrendo e manchando a neve. Com toda certeza a ferida iria doer e eu precisava parar logo aquele sangramento, mas não agora, tudo que podia ver era o sangue fervendo, e o desejo pelo combate crescendo no peito, teria a cabeça do morto como um troféu. Sem hesitar voltava a golpear a criatura, novamente mirando em sua cabeça, mas dessa vez em um ataque completamente vertical de cima abaixo, teria certeza que a espada cravaria bem em seu cranio.

Ulf efetuou 1 lançamento(s) de dados D20 (Imagem não informada.) :
8

Ver perfil do usuário

156 Re: Calabouço dos Mortos em Sab Nov 29, 2014 11:53 pm

Alterax

avatar
Admin
O anão escalou e chegou à superfície. Caminhou na direção de Aisha, ficando logo atrás dela. Aphel observava o horizonte atentamente, como quem pudesse enxergar através da neve que caía e pudesse distinguir tudo que estava a quilômetros de distância.
— Sou Aphel, aquele que carrega a Marca da Guerra.



A criatura levanta sua espada, sacodindo-a de maneira defensiva e conecta este movimento com um corte erguendo ambas as mãos e espada, visando desarmar o rapaz. Caso funcionasse, estaria pronto para desferir um golpe decrescente novamente, mirando com a grande espada no crânio do rapaz.


Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

157 Re: Calabouço dos Mortos em Sab Nov 29, 2014 11:53 pm

Alterax

avatar
Admin
O membro 'Alterax' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 20

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

158 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 12:34 am

- Bem, ou você está caçoando de mim, ou caralho, no que eu me meti?! Ai ai, eu vou morrer... - Disse, um pouco surpresa, a frase final era mais um murmuro irônico.

- Sabe anão, eu ia te matar por ter me visto nua, mas... que se dane, você é legal. Desde que não conte pra ninguém, não preciso fazer nada, okay?

"Estou cansada demais pra isso..."

- Mas, e agora? Para onde vamos?

Ver perfil do usuário

159 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 12:38 am

Alterax

avatar
Admin
— Vocês devem retornar para suas cidades. Afinal de contas, têm coisas a fazer por lá. Não é mesmo? — Disse, olhando para o Anão de maneira furtiva — Irei para o Túmulo de Saron meditar e re-abrir minha forja... Adeus! — Deu as costas para eles e começou a caminhar em meio a nevasca, tornando-se cada vez mais difícil de distinguí-lo em meio a neve que caía. Coincidentemente, nenhum morto-vivo foi atrás dele ou sequer parecia perceber a sua presença.

Logo mais a frente, Aisha e o Anão notam um rapaz duelando contra um esqueleto e vários sentinelas a uma distância considerável.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

160 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 12:43 am

- H-Hey, espere! Você tem uma forja? Quem sabe não nos encontramos de novo outro dia? Você me dá um desconto por lhe liberdade e me faz umas garras? - Disse, interrompendo ele antes que fosse.

Olhe para o lado e vejo ao fundo um homem lutando com algo.

Ver perfil do usuário

161 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 1:08 am

O maldito era forte, estupidamente forte e rápido. Simplesmente atacar a esmo parecia não ter nenhum resultado real, talvez se me focasse um pouco mais poderia ser mais fácil lidar com aquele ser. O que na verdade não era exatamente fácil, já que sabia pouco sobre os mortos. Se cortasse suas pernas ele sentiria dor e cederia? Qual seria a resistência de sua armadura e pele? Quão mais rápido aquela criatura poderia se mover? Possuía muitas dúvidas, sobre a criatura que lidava tão facilmente com minha espada, e era justamente isso que fazia o coração pulsar tão forte, cada pequeno movimento feito por ela, cada respiração que se tornava em uma nuvem, cada pontada de dor que sentia subir pelo peito, tudo parecia tão natural e motivacional que poderia me espantar.

A criatura tinha sua espada alta sobre a cabeça, o ataque seria rápido e defende-lo parecia grande tolice, ele tinha a vantagem sobre a arma e provavelmente uma força esmagadora, esquivar parecia igualmente tolo, a neve atrapalhava os movimentos e um escorregão significaria o literal fim. O melhor rumo seria sem dúvidas retirar meu crânio da linha da espada, e para isso nada melhor do que usar o momento. Caia apoiado sobre um dos joelhos, erguendo a lamina deitada por sobre a cabeça antes de ser golpeado, as mãos ficariam em posições diferentes da arma, uma delas segurava o cabo com firmeza, a outra tinha sua palma espalmada, apoiando a lateral da espada como uma alavanca. Com a espada descendo contra mim, em um movimento rápido jogava a lateral da espada contra a lamina da arma, deixando que a mão espalmada fosse empurrada pela força do momento, literalmente batendo a lateral de minha arma contra a espada do morto, para que seu ataque deslizasse inutilmente pelo ferro com o poder da alavanca.

Apesar disto, defender não era o que devia ser feito, e sim atacar. Com a espada caindo ao lado de meu corpo, empurrada pela estratégia anterior, voltaria a me por de pé, erguendo-me enquanto tornava minha arma um borrão no ar. Atacando novamente a cabeça da criatura em um arco diagonal, que surgia de baixo a cima, mirado na metade de seu crânio em uma tentativa de separar o topo do restante da cabeça em um corte limpo, que carregava a velocidade do corpo em um ultimo ataque.
Ulf efetuou 1 lançamento(s) de dados D20 (Imagem não informada.) :
12

Ver perfil do usuário

162 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 12:54 pm

Alterax

avatar
Admin
O homem desaparece em meio a neve e parece não ter ouvido o que Aisha dissera.



O morto-vivo surpreende-se com a rápida estratégia do garoto, que fez com que sua lâmina  se chocasse contra a dele e deslizasse, perdendo toda a sua força de impacto logo em seguida. Sem pensar muito, começa a erguer sua grandiosa espada novamente e é mais uma vez surpreendido por um corte horizontal na direção de sua cabeça.

O veloz corte fatia ao meio a cabeça do morto-vivo, que cai diante dos pés de Ulf.




Azenum aproxima-se de Ulf, com um sorriso no rosto.
— Eeeeesse é o meu parceiro! — colocou a mão no ombro esquerdo de Ulf, apoiando-se contra o corpo do rapaz — Minhas energias retornaram, cara. Poderei te ajudar nas próximas batalhas, então não vai ter que se preocupar com... uhh — apontava o dedo para o ferimento que o morto-vivo havia causado no rapaz — coisas como essas daí, sabe? — Indagou retoricamente e parou de se apoiar no rapaz. Rolou os olhos pelo caminho a frente e avistou outros cinco mortos-vivos, provavelmente sentinelas — E então!? Qual deles vai querer primeiro!? — Questionou, animado.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

163 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 1:10 pm

- Argh! Droga! Essas armas não são minha especialidade, tudo por culpa desses mortos-vivos imbecis! Filhos da putas! Onde estão minhas coisas, porra?! Arghh. Me siga, baixinho!

Em um ataque de Fúria, fui furtivamente pela neve em direção a luta que estava tendo, me aproximando pelas costas do Undead mais atrasado, em seu flanco de visão rapidamente dei um salto nas costas de um e golpeei com a espada e a adaga, cravando a espada no crânio dele e a adaga para rasgar seu pescoço.

" Menos um, creio eu. Se tiver sorte, por ter pego o mais atrás, matarei todos esses imbecis sem ver! "

Ver perfil do usuário

164 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 1:50 pm

Backstab: D20

Ver perfil do usuário

165 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 1:50 pm

Alterax

avatar
Admin
O membro 'Aisha Belrolevi' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 13

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

166 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 10:05 pm

A medida adotada tinha sido um grande sucesso, o peso era desviado e empurrado, tendo a espada sendo atirada indefesa contra o chão. Novamente ele erguia a arma, mas era lento demais para conseguir um novo ataque, antes que a claymore estivesse em posição tinha a lamina da espada colada no rosto da criatura, cortando ossos e carne podre, atravessando e decepando metade do crânio do morto. Sentia o peito se inflar em um orgulho frenético, vendo a cabeça rolar.

- Pode escolher seu alvo a vontade, apenas tome cuidado, o grupo de milicianos provavelmente ainda está nas redondezas. Se os encontrarmos poder extra nunca é demais. Dizia as palavras embainhando a espada e abaixando para próximo do morto, tomaria tudo de valor que ele pudesse ter, pegando por fim a claymore que ataria as costas.

Ver perfil do usuário

167 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 10:18 pm

Alterax

avatar
Admin


Aisha mata o morto-vivo de maneira tão sútil que ele nem soube o que é que o acertou ou de onde veio. Apenas a morte lhe foi certeza... e certeira.




Ulf começa a sentir uma intensa dor no local em que havia sido golpeado e também a se sentir tonto. Estava perdendo uma quantidade razoável de sangue, embora os ferimentos não fossem tão graves assim.

Azenum caminou alguns metros a frente de Ulf e gerou uma pequena explosão no solo a sua frente, o que havia gerado uma pequena avalanche a partir do local atingido e chamado a atenção dos mortos-vivos, que vieram em sua direção furiosamente. A medida que se aproximavam, Azenum disparava raios de energia destrutiva diretamente em seus crânios, pulverizando-os.

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

168 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 10:29 pm

" Parece que não fui notada, vamos levar mais um então... "

Enquanto completava meu pensamento, já corria em direção do próximo Undead, mesmo que algum barulho chamasse atenção, a avalanche que o garoto criou impedia que ouvissem, a neve piorava suas visões e minhas chances de ser mortífera só aumentavam.

Rapidamente, me aproximei do próximo Undead, arremessando a adaga negra com a mão esquerda no seu crânio e então dando um salto por suas costas, batendo com o joelho visando o derrubar e cravar a espada em seu crânio se a adaga errasse.

1D20= Arremesso
2D20= Backstab

Ver perfil do usuário

169 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 10:29 pm

Alterax

avatar
Admin
O membro 'Aisha Belrolevi' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 6, 3

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

170 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 10:59 pm

A ferida era mais profunda do que pensava, mais profunda e igualmente mais dolorosa. A adrenalina provavelmente havia ajudado anteriormente, já que não sentia nada além de um leve desconforto, agora entretanto. O sangue deveria ser parado, gostaria de esperar mais para usar a poção ganha, mas esperar demais poderia se provar uma tolice desnecessária, ainda não tinha plena confiança em Azenum, prisioneiros não são feitos por fazerem bons atos. De uma forma ou de outra era melhor me preparar. Puxava o pequeno frasco alguns goles da poção, tantos quanto o bastante para sentir a dor sendo amenizada. Em seguida caso a poção não bastasse, procuraria o pedaço mais limpo de pano, e o enrolaria contra a ferida, em um curativo precário para estancar o sangramento.

Ver perfil do usuário

171 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 11:18 pm

Alterax

avatar
Admin
Aisha erra de maneira rude ao tentar arremessar a adaga e também falha ao tentar atacar o morto-vivo por trás, chamando a atenção do mesmo para ela. O morto vivo ergueu sua clava e direcionou-a para baixo, visando mutilar a cabeça da mulher. Ele tinha cerca de dois metros de altura e utilizava uma armadura de aço consideravelmente grande, tal como sua capa e arma.

Level: 4

Algoz 5

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

172 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 11:40 pm

Ao ver que minha investida surpresa falhou, dei um chute na barriga do Undead e um leve salto com a outra perna, tomando um impulso para trás e tentando o fazer escorregar na neve. No meio deste processo, arremessei a capa que vestia, tentando tapar o rosto dele.

Ver perfil do usuário

173 Re: Calabouço dos Mortos em Dom Nov 30, 2014 11:40 pm

Alterax

avatar
Admin
O membro 'Aisha Belrolevi' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D20' : 20

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

174 Re: Calabouço dos Mortos em Ter Dez 02, 2014 7:47 pm

Alterax

avatar
Admin
Aisha consegue atordoar o morto-vivo usando sua capa, embora seu chute pareça não ter adiantado muito. O guerreiro começa a desferir golpes cortantes aleatórios na direção da mulher, parecendo não se importar com a capa. Ele errava todos.

A neve parecia ter aumentado bastante e isso se torna um fato incômodo para Aisha e Ulf, apesar de que trajavam roupas apropriadas para os climas extremos daquela região. Por trás de Aisha, um morto-vivo maior e que carregava dois machados de guerra surge e ergue ambos, preparando-se para fatiá-la quando, subitamente, Azenum aparece e desfere um raio destrutivo contra o crânio do ser, o qual cai não tem chances de reagir ou sequer desviar, caindo de joelhos e logo indo completamente ao chão, sem sua cabeça.

Azenum aproximou-se da mulher e comprimentou-a, dando alguns tapinhas amigáveis em seu ombro — Oooooooooooooooi!, mas hein? É uma moça ou só um daqueles afeminados que dormem com os líderes religiosos? ... — provocou, mas seu tom era amigável e divertido. Sem perder tempo, explodiu também o morto-vivo o qual havia sido atordoado por uma capa a qual aparentemente pertencia à mulher a seu lado.  

"Esses mortos-vivos são tão burros a ponto de não saberem remover uma simples capa de suas cabeças? ... Como diabos eu fui pego por eles!?" — Indagava-se, irritado.



Última edição por Alterax em Ter Dez 02, 2014 8:07 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eshmir.forumeiros.com

175 Re: Calabouço dos Mortos em Ter Dez 02, 2014 7:57 pm

- Do que isto lhe importa? Você não teria chance com ambos. - Digo em um tom irônico, soltando uma leve gargalhada graciosa.

Ao ver o garoto explodir ambos Undeads, observo-o mais cautelosamente -Hoho, parece que você tem alguns truques na manga garoto, valeu. - Agora, em um tom mais amigável e despretensioso.

Então passei até o Undead, pegando minha capa e batendo ela ao ar, passando um pouco do gelo nela e retirando a sujeira, fui até a adaga que errei ao arremessar e a juntei, então vestido a capa.

- Como você foi pego? Provavelmente por alguém. Me recuso a acreditar que algo assim tenha capacidade de me capturar, estas criaturas vis não teriam chances contra alguém com cérebro.

" Esta neve está começando a aumentar demais, logo não conseguirei me mexer de tanto que sobe o solo. "

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 7 de 9]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum